De malas prontas: Férias na neve

Oi pessoal,

Há três anos eu vi neve pela primeira vez e o lugar foi tão incrível que eu sabia que voltaria um dia. Lá estive novamente durante a terceira semana de agosto para a minha segunda temporada de neve no resort de esqui Cerro Chapelco, em San Martín de los Andes (Argentina). Já escrevi sobre a nossa primeira viagem a San Martín aqui.

Naquela época o blog ainda não existia na minha vida. Dessa vez, eu registrei cada detalhe para compartilhar aqui com vocês. Porque todos que curtem uma viagem de férias na neve precisam conhecer o segredo de San Martín.

O lago Lácar

O lago Lácar

San Martín é uma cidade de apenas 115 anos e 40 mil habitantes, localizada na Patagônia Argentina, a duas horas de vôo de Buenos Aires. Margeada pelo lago Lácar, conta com duas principais atrações: a temporada de neve com os esportes de inverno e a temporada de verão com suas praias, trecking, escalada, mountain biking, e claro, a pesca de trutas e salmões.

Lago Lácar

Lago Lácar e as montanhas nevadas

O que nos conquistou nesse lugar foi a combinação da beleza e do charme de San Martín e sua fantástica oferta de vinhos e restaurantes com o incrível Chapelco Ski Resort, localizado a 19km do centro urbano. Dá pra passar o dia inteiro praticando esporte em um cenário maravilhoso e passear à noite pelas ruas principais do centro de San Martín ao encontro de mais uma refeição perfeita. Tudo isso a preços super acessíveis, com a grande vantagem do câmbio. Nessa temporada era possível trocar dólares por pesos em San Martín numa relação de 8,7. O real não costuma ser aceito por lá.

Noite em San Martín

Noite em San Martín

A nossa hospedagem foi novamente na La Posta del Cazador. O que é bom, a gente repete. Pousadinha que faz você se sentir em casa, com o diferencial no atendimento acolhedor e familiar. A localização é estratégica: essa é a última pousada que a van recolhe passageiros rumo a Chapelco e é o primeiro ponto de parada no retorno. Isso também significa estar pertinho do lago. Destaque para o café da manhã especial de lá que é o melhor combustível para aproveitar o dia de snowboard ou esqui com muita energia.

Na porta da nossa pousada

Na porta da nossa pousada

Cerro Chapelco tem qualidades que o tornam muito especial. Possui uma grande variedade de pistas, aptas para todos os níveis de experiência. É recheado por um bosque nativo de lengas, que além de enriquecer muito a paisagem, forma diversos trechos “fora de pista” entre as árvores e próximo das pistas principais. As próprias árvores também ajudam a preservar a neve do cerro com sombras amplas. Um grande diferencial de Chapelco é contar com um solo sem rochas e com grama abundante, o que permite esquiar com pouca neve.

A melhor época para agendar suas férias na neve em Chapelco são nas três primeiras semanas do mês de agosto, sendo que na terceira os preços costumam ser mais baratos. Para quem não tiver o equipamento ou roupa apropriada, existem diversas lojas de aluguel em San Martín. É importante fazer seguro-viagem que contemple acidentes na prática de esportes radicais, ok?

Nessa viagem, o Pedro convenceu sete amigos nossos a irem com a gente. Faz toda a diferença ir em grupo. É muito gostoso esquiar na companhia dos amigos. Para os mais radicais, dá até para explorar melhor o resort, porque é mais seguro se arriscar nos trechos “fora de pista”, no snow park ou nas pistas mais técnicas na companhia dos amigos. A confiança é maior quando se está em grupo. Um detalhe importante: distribuir rádios comunicadores entre a galera. Senão fica complicado se encontrar. As pessoas têm seus próprios ritmos de descida, podem pegar acessos diferentes, ou simplesmente, quererem relaxar nas cabanas para fazer um lanchinho.

Estreiando as pistas de Chapelco na abertura do resort

Estreando as pistas de Chapelco em mais uma manhã de snowboard

Cenário recheado de lengas

Cenário recheado de lengas

As cabanas estão espalhadas pelo resorts e oferecem bebidas diversas (quentes e geladas, com ou sem álcool), empanadas com diversos recheios, sopas, provoletas, batatas fritas, hambúrgueres, tostados, parrilladas, cachorro-quente, waffles… Enfim, é um posto de abastecimento, relaxamento e aquecimento.

Hora do recreio: cervejinha com empanadas

Hora do recreio: cervejinha com empanada

Waffle de dulce de leche

Waffle de dulce de leche na cabana de Chapelco

A propósito, qualquer coisa que envolva doce de leite argentino não tem erro. Pode aceitar! Falando em doce, San Martín tem uma farta produção de chocolates artesanais. Indico a Mamusia para selecionar as melhores lembranças da sua viagem. As pastilhas de chocolate recheadas de doce de leite são inesquecíveis.

Loja da Mamusia

Loja da Mamusia

Antes de entrar nos destaques da gastronomia de San Martín, encerro a participação de Chapelco nesse post indicando o melhor programa dessa viagem: uma noite inesquecível na montanha. O resort oferece um programa com guia a grupos fechados no valor de 800 pesos por pessoa (ou 100 dólares). O pacote inclui o transporte de ida e volta da pousada, uma caminhada com raquetas pelo resort completamente vazio, com duração de cerca de 40 minutos, subindo a montanha até uma cabana escondida no meio da floresta: a Casita del Bosque, onde é servido o jantar com direito a uma bebida por pessoa (podendo ser uma garrafa de vinho de 500ml), raclette de entrada, pierrade (carnes e legumes na chapa) de prato principal e sobremesa. Foi a melhor refeição da viagem, em uma noite perfeita, de céu estrelado, lua cheia e -10ºC. O passeio termina com o retorno até a base da montanha em motos de neve. Demais!

Noite deserta e estrelada em Cerro Chapelco

Noite deserta e estrelada em Cerro Chapelco

Preparação para a Caminada con raquetas

Preparação para a Caminada con raquetas

Chegada à Casita del Bosque

Chegada à Casita del Bosque

São tantas opções boas de resturante em San Martín que dá para comer cada noite em uma especialidade diferente. No dia em que se chega na cidade, à tarde, após um descanso na pousada, vale dar uma caminhada pela orla do lago e parar na lachonete Deli para comer tostados, sanduíches e milanesas de carne. E claro, experimentar as cervejas regionais da Patagônia ou inaugurar o primeiro vinho das bodegas locais e regiões próximas, como Del Fin del Mundo, Catena Zapata, Rutini, Navarro Correas, Familia Gascon, dentre tantos outros.

Para um lanche no fim de tarde

Para um lanche no fim de tarde

Nessa viagem ficamos sabendo que o querido Ku de los Andes (localizado fora do centro da cidade) fechou, então o posto de melhor ojo de bife ficou dividido entre o Don Florencio e o Posta Criolla. Meu voto vai para o Posta Criolla, pelo atendimento superior e pelo ambiente mais descontraído. No Don Florencio, as carnes estavam boas, mas o atendimento deixou a desejar. Além do ojo de bife, o Posta Criolla também me conquistou com o lomo de ciervo na redução de malbec. As milanesitas de mozarella de entrada também estavam deliciosas!

Ojo de bife na chapa do Posta Criolla

Ojo de bife na chapa do Posta Criolla

O melhor restaurante de massas continua sendo o Doña Quela. Dessa vez, experimentei o ravioli de truta com massa caseira ao molho de cogumelos. Estava perfeito! Todos os pratos foram super aprovados em nossa mesa e o atendimento foi exemplar. Noite muito gostosa.

Raviolones de trucha con salsa de hongos

Raviolones de trucha con salsa de hongos

E como não poderia faltar, a truta patagônica, salmonada. O La Tasca continua dominando nesse quesito. Apenas modificou um pouco os acompanhamentos da truta que eram mais elaborados antigamente, mas continuam sendo gostosos.

Trucha a la mantega negra

Trucha a la manteca negra

Para beliscar e acompanhar cervejas regionais ou uma excelente carta de vinhos, uma boa opção é a cervejaria El Regional. As picadas regionales (tábuas de carnes, queijos, pastas e frutas) são uma explosão de sabor.

Picadas regionales

Picadas regionales

Chocolateria Mamusia
Av. San Martín 601

Posta Criolla
Av. San Martín 713

Don Florencio
Villegas 624

Doña Quela
Av. San Martín 1017

La Tasca
M. Moreno 866

El Regional
Gral Villegas 977

Agora é só juntar o amigos e se prepar para a temporada de neve de 2014!

Beijos,

Paula

 

Deixe uma resposta

  1. Pingback: De malas prontas: Chapelco Ski Resort

  2. Pingback: De malas prontas: Noite em Cerro Chapelco

  3. Pingback: De malas prontas: La Posta del Cazador

  4. Pingback: Gastronomia: Dueña Quela

  5. Pingback: Gastronomia: Posta Criolla - San Martín de los Andes (AR)

  6. Pingback: Gastronomia: La Tasca - San Martín de los Andes (AR)