Oi pessoal,

No último post do Sudeste Asiático, eu disse que um dos motivos que me levaram a querer conhecer Chiang Mai, no norte da Tailândia, foi o Tiger Kingdom. Quando eu estava procurando dicas sobre essa viagem, achei incrível a ideia de poder abraçar um tigre. Na minha pesquisa, encontrei a recomendação de dois lugares: O Tiger Temple, na província de Kanchanaburi (próximo a Bangkok) e o Tiger Kingdom, localizado a 10km do centro de Chiang Mai. Esqueçam o primeiro lugar mencionado. Ou melhor, lembrem-se de nunca conhecê-lo. Não achei correta a forma de tratamento dado aos felinos. Eles passam o dia acorrentados, fixados a argolas de cimento, com a locomoção totalmente restrita. Ainda por cima, algumas pessoas que foram lá tiveram a impressão deles estarem drogados. Pobrezinhos. Desconheço a veracidade dessa informação, mas as fotos do site já me incomodaram. Imagina ser testemunha disso…

Tiger Kingdom 1

Já os tigres do Tiger Kingdom parecem viver à base de muita dedicação e carinho. Lá, eles vivem soltos em zonas demarcadas e amplas, separados por idade. Há o espaço dos recém-nascidos, filhotes de 2 a 3 meses, 4 a 8 meses, 9 a 12 meses e os mais velhos, de 13 até o limite de 30 meses, quando são encaminhados para outro lugar, onde serão cuidados sem contato direto com as pessoas, já que a partir dessa idade o instinto selvagem fala mais alto. Como os tigres nascem ali, são domesticados com muito carinho, para crescerem dóceis e aprenderem a conviver com as pessoas.

Tiger Kingdom 3

Tiger Kingdom 2

Tiger Kingdom 4

A visita no interior de cada zona dos tigres dura dez minutos e os preços são diferenciados pelas idades. Há opções de combo também. Existem algumas regras de precaução que devem ser seguidas à risca e não se entra no local sem estar acompanhado por um assistente. Todo cuidado é pouco. No Tiger Kingdom os bichinhos são bem ativos e se deve conhecer bem a forma correta de brincar com eles, fazer carinho e abraçar. Também é permitido tirar foto à vontade.

Tiger Kingdom 5

Tiger Kingdom 6

Lá aprendemos que os tigres são animais com atividade tipicamente noturna. Na selva, o diferencial deles é a visão à noite, por isso, é no escuro que eles saem para caçar. E durante o dia, dormem e fazem a digestão. No Tiger Kingdom, para preservar esse hábito natural, eles são alimentados e estimulados a praticar exercício durante a noite. Dessa forma, durante o dia eles ficam mais relaxados e é comum ver alguns tirando uma soneca. Isso permite até fazer o corpinho do tigre de travesseiro para uma foto, sem que ele perceba. Nós somos muito leves pra eles. Teve gente que me perguntou se o tigre sonolento não estaria sedado. Certamente ali não. Ele apenas fez uma boa refeição na última noite e está evitando a fadiga. Mas a grande maioria que vi por ali estava bem acordada, correndo e pulando.

Tiger Kingdom 7

Passamos um tempo por lá e brincamos com tigres de 7 e 18 meses. Essa foi uma experiência maravilhosa. A beleza deles apreciada de pertinho é muito impressionante. Os tigres de 18 meses chegavam a dar um medinho quando abriam o bocão ou faziam movimentos bruscos, mas era só lembrar que eles ainda são crianças, ou melhor, gatinhos.

Tiger Kingdom 8

Melhor forma de chegar ao Tiger Kingdom: Pechinchar um tuk-tuk e chegar em 15 minutos.
Preço: ingressos de US$ 15 a US$ 20, variando pela idade dos tigres.

Beijos e até!

Paula

Paula nova

Related posts: