De malas prontas: Railay Beach – A melhor praia da Tailândia

Oi pessoal!

Que saudade que eu senti do blog! Estive ausente no mês de janeiro porque estava de férias no Sudeste Asiático. Fui com o Pedro para a Tailândia, Laos e Camboja. Que viagem! E vou contar tudo nos detalhes aqui. Esse é um destino que começou a fazer sucesso recentemente entre brasileiros, então o conteúdo em português com dicas dessa viagem ainda é bem limitado. Por isso, faço questão de detalhar as experiências vividas por lá.

Nossa escolha pelo mês de janeiro foi climática. A melhor época para visitar esses três países do Sudeste Asiático é de novembro a fevereiro, período conhecido como a temporada seca com temperaturas amenas. De junho e outubro só chove e é o período das monções. De março a maio a temperatura é bem quente e algumas chuvas espaçadas podem ocorrer. Enquanto estivemos lá, a temperatura média na Tailândia e no Camboja variava de 24oC a 30oC. Em Luang Prabang (Laos), a cidade mais ao alto do hemisfério norte que visitamos, de manhã e à noite, chegava a fazer de 11oC a 14oC. E nós não contávamos com isso. Salve o único casaco que levamos para nos proteger do frio de avião e de aeroporto!

Quero iniciar os relatos dessa viagem contando sobre o lugar em que vivi alguns dos melhores momentos do Sudeste Asiático: Railay Beach. Para mim, a melhor praia da Tailândia.

Railay Beach - A nossa praia

Railay Beach – A nossa praia. Visão panorâmica.

Railay Beach - Canto esquerdo

Railay Beach – Canto esquerdo  

Railay Beach - Canto direito

Railay Beach – Canto direito

De beleza, diversas praias da Tailândia são muito bem servidas, mas essa não somente é linda como tranquila. As praias mais famosas, como as Ilhas Phi Phi e Phuket, são muito tumultuadas. Railay, além de ser mais discreta, requer um processo logístico para chegar. É preciso voar até Krabi, no extremo sul do país, e de lá pegar um barco para Railay, com algumas opções de horários ao longo do dia. Eu já havia contratado do Brasil via agência, além da passagem aérea e da hospedagem, o traslado em Krabi do aeroporto até o porto, assim como o barco que nos levaria até Railay. Mas é muito simples comprar uma viagem de barco ali mesmo na hora.

É importante saber que em Railay existem duas praias: East e West. A primeira é a conexão com Krabi, onde os barcos chegam. Ali também rola a atividade noturna com a presença de bares, restaurantes, agências de câmbio e de turismo, comércio e casas de massagem. Também é o ponto de hospedagem preferido de mochileiros por oferecer preços bem baratos. East é uma praia meio mangue, inapropriada para banho. West é essa belezura das fotos e onde desembocam os hotéis no estilo “resort”. O hotel que escolhemos para a nossa hospedagem, Railay Bay Resort & Spa, fazia a conexão entre as duas praias, sendo que o restaurante, a piscina e o spa eram voltados para West. Mesmo sendo estilo “resort”, os preços são bem acessíveis.

Os longtails que vem e vão diariamente

Os longtails que vem e vão diariamente em Railay West

Diferente das praias mais famosas que são muito procuradas pelas noitadas, Railay recebe o turista que privilegia a diversão diurna. São diversas opções de lazer além de curtir a própria praia. Lá é um dos melhores lugares do mundo para a prática de escaladas, incluindo a modalidade “free climbing” (sem equipamentos e cordas), utilizando as excelentes pegadas das estalactites em grutas e o mar como aterrissagem. 

Grutas e estalactites nas rochas

Grutas e estalactites nas rochas

Além disso, Railay dispõe de trilhas que levam de mirantes a uma lagoa secreta, aluguel de caiaque para explorar as grutas e cavernas no meio de um mar azul-esverdeado cristalino, passeios de barco para as ilhas ao redor, mergulho, massagens por todos os lados e uma noite muito agradável, com destaque para a programação do “Last Bar”, localizado ao final do lado East de Railay. Nesse bar, a noite começa com voz e violão, passa por show pirotécnico de malabares e termina com dj. Tudo isso em um ambiente com esteiras e almofadas, iluminação de velas e pés descalços.

Trilha e escalada para chegar à Lagoa Secreta

Trilha e escalada para chegar à Lagoa Secreta

A Lagoa Secreta

A Lagoa Secreta de Railay

Vista do mirante com East no canto direito inferior e West ao fundo.

Vista do mirante com East no canto direito inferior e West ao fundo central

No rolé de caiaque

No passeio de caiaque

Início da noite no Last Bar

Início da noite no Last Bar

Malabares de fogo no Last Bar

Malabares de fogo no Last Bar

Outra coisa que vale destacar é o pôr do sol de Railay West. Já havia lido a respeito que esse é um dos mais bonitos dentre as praias da Tailândia. De fato, foi um dos mais bonitos que já vi na vida. E tivemos a sorte de vê-lo em cada dia de um jeito diferente: céu aberto, sol com nuvens e nublado, permitindo um desenho belíssimo de luzes e diferentes tonalidades de cores no céu.

Pôr do Sol de Railay West

Pôr do Sol de Railay West

Na sequência desse post, contarei mais sobre os nossos quatro dias em Railay: o passeio de caiaque, a praia vizinha Phra Nang e o passeio de barco pelas Ilhas Phi Phi, que inclui a famosa Maya Bay, do filme “A Praia” do Leonardo DiCaprio.

Espero que curtam a temporada de dicas de viagem pelo Sudeste Asiático!

Beijos,

Paula

 

 

Deixe uma resposta

  1. Pingback: De malas prontas: Do remo à escalada em Phra Nang (Tailândia)

  2. Pingback: De malas prontas: Phi Phi Islands

  3. Boa noite paula, tudo bem? Adorei seu blog..esta me ajudando mt….mas por conta de horarios de voo, precisava saber horarios dos barcos…o primeiro a sair da ilha para krabi por exemplo, pois tenho um voo d manha….vc saberia algum site onde consiga achar esses horarios…ou por onde vc comprou?? Obrigada

  4. Olá, tudo bem! Peço desculpas pela demora na resposta. Eu estava em licença maternidade e bem afastada do blog. hehe Que bom que o blog está sendo útil para você. No site oficial de Railay (http://www.railay.com/railay/intro/getting_there.shtml) você consegue ver os horários e preços dos barcos e demais alternativas.

    Eu contratei uma agência de viagem que fez para mim a ponte entre o aeroporto e o pier. Um motorista nos pegou no aeroporto, levou até o pier e lá tinha um barco à nossa espera. Meu contato foi a Carolina Beloni, da Adventure Club.
    >carolina1@adventureclub.com.br
    >http://www.adventureclub.com.br/

  5. Bom dia Paula!!!
    Vou ficar 4 noites em Railay no final de março, início de abril/17. Reservei um hotel em Railay East (que me agradou muito por ser pequeno e ter uma piscina privativa no quarto). A distância entre East e West é muito grande? Você acha que eu devo procurar uma outra hospedagem em West? Ou dá pra aproveitar o dia na praia e voltar para o hotel?
    Obrigada!
    Gabriela Porto

  6. Pingback: De malas prontas: Melhores dicas da Tailândia