De malas prontas: Noite em Cerro Chapelco

Oi pessoal,

No post sobre San Martín de los Andes foram listadas as melhores dicas de viagem por lá, entre elas, o passeio à noite em Cerro Chapelco. Essa é uma experiência única e inesquecível. Se já não bastasse ver como é uma estação de esqui à noite, deserta, o programa inclui um trekking na neve pelos bosques de lengas, um jantar maravilhoso numa cabana e o retorno para a base da montanha em motos de neve.

Esse passeio é contratado na base 1600, na cabana localizada à esquerda da saída da telecabina. Nesse ponto são contratadas as atividades alternativas da estação de esqui, como os trenós com cachorros, o trekking com raquetas e as motos de neve. O programa custa 800 pesos por pessoa (ou 100 dólares), com o transporte de ida e volta para Cerro Chapelco incluído.

A saída foi marcada para 19h30 na nossa pousada. Fomos recebidos pelo nosso guia e dois carros. Éramos seis e o passeio foi fechado só pra gente. Achei ótimo. Chegamos à base de Cerro Chapelco um pouco antes das 20h00 e pegamos um restinho do pôr do sol. A noite estava incrível, com lua cheia e muitas estrelas.

Anoitecer em Cerro Chapelco

Anoitecer em Cerro Chapelco

Calçamos as nossas raquetas, colocamos nossas headlamps e começamos logo a nossa caminhada, porque o frio era intenso. Como o percurso é de subida leve, foi suficiente para esquentar o corpo sem cansar. Além disso, parávamos de vez em quando para admirar o céu que estava absurdamente estrelado. Com a ausência de iluminação artificial, o céu parecia nos engolir. Até estrela cadente eu vi. Lindo demais.

Preparação para o trekking com raquetas

Preparação para o trekking com raquetas

Caminada con raquetas

Caminada con raquetas

Em meia hora chegamos à Casita del Bosque para o nosso jantar. Fomos recepcionados por um ambiente idealmente aquecido, com iluminação suave, decoração rústica e uma música gostosinha. Clima de romance!

Casita del Bosque

Casita del Bosque

Interior da cabana

Interior da cabana

Na nossa mesa já havia uns queijos e salaminhos deliciosos. Nosso jantar incluía uma bebida por pessoa, podendo ser um vinho ou uma bebida não alcoólica. Fomos de vinho, claro. Uma garrafinha de 500ml bem honesta.

Vinho argentino de Salta

Vinho argentino de Salta

Queijo e salaminho

Queijo e salaminho

Logo em seguida chegaram as raclettes, formadas por queijo argentino taluhet fundido ao calor, acompanhado por batata calabresa, cebolinhas, pickles e cervo defumado. Incrível!

Raclete

Raclette

O prato principal foi uma Pierrade: carnes, legumes e frutas assados à mesa na pedra acompanhados por dois molhos. Era uma fartura de variedade e quantidade. Em uma travessa vinham servidos carne de boi, frango, cervo, leitão e javali, abobrinhas, berinjela, tomate, cebola, alho, pimentões, ameixa e abacaxi. Também eram servidas fatias de bacon para passar na pedra, impedindo que as carnes e legumes colassem. As travessas eram repostas quantas vezes nós quiséssemos. Uma loucura!

Pierrade

Pierrade

Molhos da Pierrade

Molhos da Pierrade

Para adoçar a noite, as opções de sobremesa eram: crème brûlée, mousse de chocolate, pudim de leite com doce de leite e frutas vermelhas com sorvete. Escolhi o crème brûlée e também provei a mousse e o pudim. Tudo delicioso.

Créme Brûlée

Crème Brûlée

Mousse de Chocolate

Mousse de Chocolate

Flan casero con dulce de leche

Flan casero con dulce de leche

Ao final da noite, sem a menor pressa para acabar, deixamos a cabana e passamos por uma ponte. Do outro lado, nossas motos de neve nos aguardavam para retornar à base, com motorista, claro.

Ponte da Casita del Bosque

Ponte da Casita del Bosque

Fim da noite em Chapelco

Fim da noite em Chapelco

Não deixem de incluir esse passeio na viagem a San Martín de los Andes. É especial…

La Casita del Bosque 

Cerro Chapelco – Base 1.500

Reservas: 0294 154573909

Paula

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  1. Pingback: De malas prontas: férias na neve