Postagens Etiquetadas ‘Drinks’

Gastronomia: O’Malley’s

Oi pessoal,

O post de hoje vem chegando no clima de viagem. Primeiro, porque a dica é de Sampa, meu, e eu estive há poucos dias por lá. Segundo, porque estou entrando de férias e parto com o marido para a Europa, de onde pretendo vir carregada de sugestões para passar pra vocês.  Aproveito para dizer, então, que só volto a aparecer por aqui em meados de outubro.

Voltando a SP, estive lá por conta de um treinamento a trabalho e depois de tantas horas seguidas de aprendizado, o pessoal da turma se juntou para ir ao Pub O`Malley`s, no Jardins.

Entrada do pub

No RJ também temos bons pubs, mas confesso que se tratando de noitada (ou balada), os paulistas podem dar aula. O O`Malley`s realmente tem um quê de PUB inglês e não é a toa que o slogan deles é “Your home away from home”.

Curti o clima, que em plena 4ª feira estava bastante frequentado, mas com uma lotação que preenchia o ambiente sem sufocar. Aliás, lá é bem grande, apesar da boa divisão de ambientes não dar a sensação que a casa comporta tanta gente.

Começamos os trabalhos com um rodízio de chopes servidos na casa. Eu comecei com Heineken e depois fiquei alternando entre ESB e London Pride. Os petiscos surpreenderam, especialmente uns bolinhos de carne crocantes por fora e molinhos por dentro, com molho especial holandês, que infelizmente não consta no cardápio do site. Os “tacos muchos” com seus molhos também estavam irresistíveis. Também fomos de batatas-fritas e filezinhos aperitivos de frango. Tudo aprovado!

Bolinhos de carne

Tacos Muchos

E para animar ainda mais a noite, o PUB possui uma agenda musical intensa, com apresentações rotineiras de Rock e Blues. Na noite em que estivemos lá rolou um som ao vivo de rock dos Anos 80. Infelizmente não guardei o nome da banda cover para recomendar.

Show de banda de rock

Vale a visita, em grupo, para ficar ainda mais divertido. Gostaram da dica? Então aguardem que as próximas serão internacionais!

Beijos e até a volta!

Pub O`Malley`s

Alameda Itú 1529 – Jardins – SP

Site: http://omalleysbar.net/index.htm

 Paula

Related posts:

Drinks: Vila St. Gallen

Olá pessoal! Como estão?

Em Julho o frio finalmente resolveu aparecer aqui no RJ e eu, como boa teresopolitana (região serrana do RJ), adoro!

Por falar em Teresópolis, os meus amigos Maysa e Lucas passaram um fim de semana comigo na minha terrinha e os levei a três lugares que eu AMO: a Vila St. Gallen, a cafeteria Maria Torta e o restaurante Cremerie Genève. Vou passar essas três dicas I-M-P-E-R-D-Í-V-E-I-S para vocês. Nesse primeiro post vou falar sobre um restaurante/cervejaria que está “bombando” na cidade, a Vila St. Gallen.

Sankt Gallen

Trata-se de um complexo gastronômico com uma arquitetura toda inspirada em cidades européias, onde são produzidas, além de quitutes deliciosos, as badaladas cervejas Therezópolis (Gold, Ebenholz e Rubine) e a cerveja de trigo St. Gallen, além dos chopps Therezópolis Gold e St. Gallen (Weissbier e Stout). Ou seja, é um verdadeiro templo para os apreciadores de “breja” (como diz a minha amiga Maysa) e da boa gastronomia. O pessoal pediu a “Degustação na Ripa” com 4 tipos diferentes de chopp de 150ml para conhecer todos os sabores, e depois emendaram com vários Therezópolis Gold. Muitos elogios rolando!

Degustação na Ripa

Cerveja de mel “Honey Dew”

Em determinados horários, pode-se visitar uma das áreas internas onde são produzidas as cervejas. Nessa visita estão inclusos um tour pela Vila com explicações sobre o processo de produção, os ingredientes e a história da cerveja (MUITO interessante), com direito a um vale para degustar dois tipos de chopps artesanais produzidos pela Sankt Gallen, além de um copo lindo da Therezópolis Gold. A visita dura meia hora, custa apenas R$ 20,00 e éfeita para grupos de 10 pessoas. Não se esqueça de reservar com antecedência!

Sala de produção das cervejas

Quadro com as cervejas produzidas no local

A parte gastronômica também não fica para trás. Há dois restaurantes principais: o Bistrô 1912, que ainda não foi inaugurado, cuja especialidade será comida francesa (pratos da culinária francesa, fondues e raclettes) e o Bierfest, já funcionando a todo vapor, cujo cardápio foi elaborado com base na gastronomia da Baviera, com toques das cozinhas holandesa e belga.

Todos elogiam muito a parte da gastronomia, sendo o carro-chefe os diversos tipos de linguiças e o croquete. A Maysa adorou o croquete de carne e a “Linguiça semi-defumada recheada com queijo provolone, servida na chapa de ferro quente com pão de cevada maltada”. Já eu, apesar de só comer carne de peixe e frutos do mar, não faltaram boas opções para mim no cardápio. Adorei a “Tábua de queijos Mercadinho Genève”, a batata frita com queijo fundido e os doces que são maravilhosos (peçam a mini torta alemã que é de comer rezando). No almoço também vale muito a pena a visita, pois os pratos servidos são deliciosos. Destaque para a “Truta Serra Carioca” e para o “Oktober-Ente”, tradicional marreco (tipo de pato) alemão cozido em baixa temperatura.

Croquete de carne

Tábua de queijos Mercadinho Genève

Não poderia deixar de ressaltar a decoração deste lugar. Tudo é MUITO lindo: a capelinha, as lojinhas, os jardins… Enfim, como disse meu pai na primeira vez que viu a Vila: “Meu Deus, parece um sonho”. E parece mesmo. Os vitrais, os quadros, os objetos de decoração são cheios de significados que nos reportam à história da cerveja. No tour, que falei acima, o guia explica super bem cada detalhe.

Decoração da parte interna

Decoração da parte externa

Ah, não deixem de fazer uma reserva prévia, ainda mais se quiserem ficar na parte de dentro do restaurante (o que é bem aconselhável na época de frio na serra), pois a Villa está ficando LOTADA.

Tenho certeza que vão AMAR a Villa St. Gallen! É um sonho! Ah, se alguém já conhece, deixem seus comentários. Vamos adorar!

Site oficial: http://www.vilastgallen.com.br/

Beijos,

 Otávia

Related posts:

Drinks: Delirium Café

Olá pessoal,

O assunto de hoje é voltado aos cervejeiros. Não que seja necessário ser um apreciador da arte de degustar cervejas para conhecer o Delirium Café. Mas é que os verdadeiros amantes chegam a se emocionar com os 300 rótulos disponíveis, 10 torres de chopes e 10 sugestões de degustação de cervejas em um ambiente todo decorado no maior clima de taverna belga.

O nome da casa vem da cerveja Delirium, famosa pelo rótulo do elefante cor-de-rosa. A fachada é toda azul com estampas do elefantinho. Seu nome e mascote remetem ao delírio típico da abstinência alcoólica, que pode causar tremedeiras e alucinações. Com certeza esse risco não corremos por lá. rs

A cervejaria, localizada em Ipanema (RJ), foi trazida pelo Grupo Buenabeer, maior importador de cervejas belgas no Brasil, e é a primeira filial das Américas do Delirium Café de Bruxelas, ícone mundial no quesito bar com a maior variedade de cervejas do mundo, atestada pelo Livro Guinness dos Recordes, com 2004 rótulos. O prestígio do Delirium Café no Rio de Janeiro também já rendeu o prêmio “Melhor Carta de Cervejas” da cidade pela revista Veja Rio e Época.

O melhor custo-benefício para degustar em grupo a maior variedade possível de cervejas é pedir as opções de degustação, composta por cinco cervejas ordenadas com grau crescente de sabor, aroma, amargor e percentual alcoólico. Existem degustações nacionais e internacionais. Vale pedir ao menos uma de cada. É impressionante como a casa consegue reunir boas cervejas artesanais nacionais que só conseguiríamos beber na região onde elas são produzidas.

E como saco vazio não para em pé, o cardápio também oferece ótimas opções para acompanhar a cervejada. Destaque para os criativos e saborosos Bolinhos de Feijoada Aconchego. Os pastéis de camarão também são bem gostosos. Já os croquetes de carne com mostarda escura infelizmente deixaram a desejar.

Vale mencionar que é possível levar as garrafas de lembrança pra casa. Mesmo que isso não faça muito sentido para a maioria das pessoas, como eu sou colecionadora de cervejas, voltei pra casa feliz com 13 novos exemplares do Brasil e do mundo.

Se você já foi ao Delirium Café, não deixe de contar aqui como foi a sua experiência!

Delirium Café

Rua Barão da Torre, 183 – Ipanema – RJ

Tel: 21 2502-0029

Funcionamento: De segunda a quinta e domingo, de 17:00 as 00:00h. Sexta e sábado de 17:00 as 02:00h.

Site oficial: http://www.deliriumcafe.com.br/

Paula Seára Arraes

Related posts:

Drinks: Lapa Irish Pub

Olá pessoal!

Pensei em colocar este post no título “Gastronomia”, mas achei que merecia um novo título, afinal é uma indicação de lugar legal para beber, embora também tenha comida.

A dica de hoje é pra quem quer ir pra Lapa e gosta de curtir um bom rock. É gente, não tem só samba na Lapa, não.

Por convite de uma amiga (valeu, Ligia!) fomos ao Lapa Irish Pub em uma sexta-feira curtir o som da banda Cadillac Trio. Adorei o som e recomendo que a visita ao pub seja feita no dia da apresentação da banda.

O lugar é bem pequeno, mas no dia que fomos demos sorte pois não estava muito cheio. Imagino que deva ficar bem desconfortável nos dias mais lotados.

O cardápio é bem interessante e contém algumas boas opções de cervejas importadas. Optei pela “Delirium Tremens” e pela “Old Speckled Hen”. Já de petiscos, pedimos um franguinho com batatas fritas e molho de mostarda que estava muito bom. Confiram!

Para mais informações sobre o Lapa Irish Pub:

http://www.lanalapa.com.br/estabelecimentoDetalhe.asp?qiNuEstab=147

Por Maysa

Related posts:

De malas prontas: Floripa – Parte 3

Olá pessoal!

Segue a terceira parte do post sobre Floripa. Não se esqueçam de conferir a primeira e a segunda partes.

Mercado Público

Escolhemos o melhor dia para ir ao Mercado Público – um dia sem sol! Floripa nessa época é bem quente, e se não tem um marzão gelado para se refrescar, costuma ser bem sacrificante caminhar com o sol na cabeça. Sem enrolar muito na caminhada, fomos logo ao Box 32, conhecido como o balcão mais democrático do País, que atrai pessoas de todas as classes sociais, todas em busca do delicioso cardápio de frutos do mar, e um chopp bem gelado para refrescar. O bar recebeu durante anos consecutivos o recorde diário de vendas de chopp no Brasil, com a marca atual de 1.310 litros, aproximadamente 3.852 tulipas de chopp.

Hoje, o Box 32 é uma atração turística da cidade tão conhecida quanto o próprio Mercado Público, por onde circulam diariamente vinte mil pessoas. A nossa pedida foi o chopp Stella Artois com casquinha de siri e pastel de camarão com catupiry para acompanhar. Uma das indicações de pratos quentes são os croquilles de camarão, bacalhau e lagosta. Mas é recomendável escolher entre beber e beliscar ou fazer uma refeição moderando na bebida, caso contrário, a conta pode ser assustadora.

Site do Box 32: http://www.box32.com.br/

Box 32

Box 32

Box 32 

Morro da Lagoa

O Morro da Lagoa era a nossa passagem de cada dia para as praias da Ilha. Lá é possível encontrar restaurantes conhecidos pela bela vista e a vasta gastronomia. Nós chegamos a fazer duas paradas por lá. Uma foi para conhecer o Mirante do Morro da Lagoa e tirar essa foto panorâmica da Lagoa da Conceição.

Mirante

Não muito distante do mirante, escolhemos o restaurante Kanpai na vontade de comer um japa no jantar. O cardápio é delicioso, mas os preços são bem puxados. Existem três opções no serviço: Buffet livre a R$ 80,00, o Buffet a kilo com preços variados para sushi (R$9,90/100g) e sashimi (R$ 16,90/100g), e a o la carte, com preços bem elevados para os pratos quentes e combinados. Nós pedimos uma garrafa de sakê nacional, o Pedro escolheu o Buffet a kilo de sushi e eu escolhi a entrada de sashimi de salmão empanado, com cream cheese e ovas de massago. Ficamos bem satisfeitos com o sabor e qualidade das peças e com o atendimento do restaurante. A comida é boa, mas o preço é bem salgado. Isso não é muito diferente dos demais restaurantes do Morro da Lagoa, que parecem cobrar nos pratos o preço daquela vista.

Kanpai

Kanpai 

Academia da Cerveja

A melhor surpresa da viagem pra nós foi a Academia da Cerveja. Não que a gente não tenha se surpreendido com as praias lindas e o sol de cada dia, mas com isso nós já contávamos. Não imaginávamos que faria parte do nosso roteiro a casa que já foi eleita pela Revista Veja Comer & Beber como a melhor carta de cervejas de Santa Catarina. Na noite que fomos levados lá, tínhamos entradas VIP para o El Divino Lounge, casa noturna bem famosa da Beiramar. A ideia era transformar a academia da cerveja em nossa pré-night. Mas não conseguimos nos mover de lá até nossa pilha acabar.

Experimentamos quatro novas cervejas durante a noite e escolhemos o sanduíche Cascade para segurar a onda, com roast beef de filet mignon com queijo e cebola caramelizadas no pão ciabatta com maionese de ervas. A primeira cerva da noite foi o carro-chefe da casa, a Coruja Extra Viva, fabricada em Santa Catarina e estourada como um espumante. Em seguida, escolhemos degustar duas cervejas inglesas, uma delas com aroma de banana. Por último, fomos apresentados a Bierland, de Blumenau. O cardápio é bem vasto com muitas opções de cervejas nacionais e importadas. Difícil foi escolher entre elas. Como recordação da viagem, voltamos pra casa com três novas aquisições para a nossa coleção de garrafas de todo o mundo.

Site da Academia: http://www.academiadacerveja.com.br/home

Academia da Cerveja

Academia da Cerveja

Academia da Cerveja

Academia da Cerveja

Academia da Cerveja 

De malas prontas – Floripa – 19 a 25 de janeiro de 2012.

Por Paula Seára Arraes

Related posts:

Para cima

Contato

blogdoqueeupreciso@bol.com.br
 
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: