Gastronomia: Roberta Sudbrack

Já tive algumas experiências divinas e eternas no restaurante da chef Roberta Sudbrack, mas infelizmente ainda não tinha o blog pra poder compartilhar com vocês. Desta vez fui comemorar o aniversário de 56 anos da sogrinha e aproveitei para registrar os momentos gastronômicos.

A cada prato é possível admirar todo o estudo e o trabalho envolvidos, todos os anos de dedicação e o amor de todos na cozinha que transparece a cada garfada. Emocionante…

O que falar do atendimento? Equipe tão bem preparada, serviço super discreto e todos tão simpáticos que a gente se sente em casa…

A trilha sonora é algo fora do comum… Até nisso podemos perceber o tempo que é dedicado para criar toda a atmosfera da casinha laranja à beira do canal. Nos pegamos dançando ou batendo os pés entre um prato e outro.

Faltaram fotos do pãozinho com a manteiga da casa e dos deliciosos gougères, entradinha dos deuses que eu comeria aos montes. Também não reparem na foto do franguinho de leite e da tartelette já começados, ok? A comida é tão deliciosa e inebriante que esquecia de tirar as fotos conforme os pratos chegavam… 🙂 Não ficarei descrevendo os pratos, pois seria muito desmerecimento. São muito mais que palavras…

Pra sair sorrindo e relembrar os momentos a toda hora. Nada existe depois de uma visita ao restaurante da Roberta Sudbrack. Experiência única, que fica pra sempre gravada no paladar e no coração.

Recomendo fortemente que sigam o Twitter da chef para acompanhar os bastidores da cozinha e babar muito com as fotos dos pratos: @RobertaSudbrack

Para maiores informações: http://www.robertasudbrack.com.br/

Vermelho em vinagrete crocante de maxixe

Ravióli de abobrinha defumada, sementes e peperoncino

Franguinho de leite braseado em frutas secas

Acompanhamento: Batatinhas croustillant

Tartelette quente de chocolate amargo com sorvete artesanal de leite

Seleção de doces brasileiros para acompanhar o café da casa

Related posts:

Receita do Dia: Filet Mignon ao Vinho e Alho

Delícia gastronômica desenvolvida com muito amor e atenção. Mais um orgulho culinário caseiro.

Receita para 2 ou 3 pessoas.

Ingredientes:

500g de Filet Mignon

4 dentes de alho

1 copo (grande) de vinho tinto seco

1 colher de sopa (caprichada) de Mostarda escura

2 potinhos (ou tabletes) de caldo de carne

1 colher de sopa (caprichada) de Manteiga

50g de Queijo parmesão ralado

1 Cebola

Sal e pimenta a gosto

Preparo:

(Pelo menos 12h antes)

1º Passo: Pique o alho, triture o caldo de carne (se necessário) e os misture à manteiga, mostarda escura e ao queijo ralado (complemente apenas com a pimenta, conforme seu gosto), preparando a base do molho.

2º Passo: Corte o Filet Mignon em peças generosas (com pelo menos 12cm de diâmetro), e faça furos profundos nas peças (use uma faca pequena).

3º Passo: Agora envolva toda a carne com a base do molho, e deposite num refratário. Despeje o vinho (de maneira que cubra toda a carne), tampe a criança e deixe na geladeira.

(12h depois, pelo menos)

4º Passo: Remova as peças de carne do refratário (sem o molho). Reserve todo o molho.

5º Passo: Numa frigideira quente, doure uma cebola fatiada na manteiga, e passe as peças de carne (uma de cada vez) usando um garfo (como se estivesse esfregando moderadamente): nesse processo você mantém a carne ‘selada’ e macia. ‘Passada a carne’, reserve-as numa travessa.

6º Passo: Agora aproveitando as fatias de cebola (quase queimadas) junte todo o molho ‘de ontem’ na frigideira. Mexa em fogo médio até reduzir (vai eliminar o álcool e dar uma engrossada) e controle o ponto do sal (adicionando, ou não, mais vinho).

7º Passo: Finalmente despeje o molho sobre a carne, – e seja FELIZ!

Related posts:

Rio Restaurant Week: Botequim

Olá pessoal! Hoje fui conferir o menu do Botequim, na R. Visconde de Caravelas, 184, em Botafogo. Já fui em algumas edições deste festival e achei o menu do Botequim bem digno e superior à média.

Como o valor é fixo e baixo, os restaurantes geralmente fazem um menu simplificado demais e que não representa sua culinária rotineira. Sendo assim, você pode sair com uma impressão inferior ao que o restaurante realmente é.

Eu frequento o Botequim normalmente e resolvi conferir seu menu especial porque achei a proposta bem diferente e interessante, e não me arrependi. Confiram!

Menu do Botequim

Menu do Botequim

Bolo de rolo salgado

Empada de bobó de frango com pequi em massa de milho

Picadinho de filé mignon com brandade de carne-seca e banana da terra

Pudim de tapioca com calda de jabuticaba

Related posts:

Receita do Dia: Duo de Risoto de Brócolis com Arroz Selvagem, Ceviche de Peixe Branco e Camarão

Delícia gastronômica desenvolvida com muito carinho e toda a dedicação. Orgulho culinário caseiro.

Receita para 2 pessoas.

Risoto de Brócolis

Ingredientes:

250g de brócolis

2 colheres de sopa de azeite

1 cebola grande picada (pode adicionar temperos a seu gosto: alho etc.)

2 xícaras de arroz para risoto (arbóreo de preferência)

1 copo de vermute seco (Martini Dry ou Noilly Prat) ou vinho branco seco

1 litro de caldo de galinha, peixe ou legumes

1 colher de sopa (generosa) de manteiga (gelada)

100g de queijo parmesão ralado

Sal e pimenta a gosto

Brócolis

Preparo:

1º Passo: Cozinhe os brócolis no vapor, em fogo alto, por aproximadamente 8 minutos.

2º Passo: Retire-os da panela, pique-os e reserve.

Risoto

Preparo:

1º Passo: Aqueça o caldo em fogo baixo em uma panela (à parte). Na panela ‘principal’, doure a cebola picada (e outros temperos do seu gosto) no azeite em fogo médio. Junte o arroz.

2º Passo: Agora o arroz vai começar a fritar lentamente, por isso continue mexendo bem. Quando o arroz estiver ligeiramente translúcido (em no máximo 3 minutos), jogue o vermute (ou o vinho) e continue mexendo (agora é só esperar o álcool evaporar).

3º Passo: Agora que o arroz absorveu o vermute (ou o vinho), junte a primeira concha de caldo quente (de galinha, peixe ou legumes). Abaixe levemente a temperatura do fogo (entre médio e baixo) e continue mexendo. Continue juntando cada concha do caldo mantendo o arroz sempre cremoso, isso deve durar uns 15 minutos. Prove o arroz para ver se está cozido (lembrando da textura e consistência geral). Se não, continue juntando mais caldo até os grãos estarem cozidos e al dente. Se acabar o caldo antes de o arroz estar cozido, ferva um pouco mais de água.

4º Passo: Finalizada a etapa anterior, apague o fogo e junte a manteiga e o parmesão. Mexa bem até a manteiga derreter. Junte os brócolis e mexa até ficar homogêneo. Reserve.

Arroz Selvagem

Ingredientes:

1 cebola grande picada (pode adicionar temperos a seu gosto: alho etc.)

1 colher de chá de azeite

1 xícara de arroz selvagem

4 xícaras de água

Sal a gosto

Preparo:

1º Passo: Refogue a cebola no azeite e junte o arroz.

2º Passo: Cubra com a água, tempere com o sal e abaixe o fogo. Cozinhe por aproximadamente 40 minutos, adicionando mais água se necessário.

Ceviche

Ingredientes:

1 cebola grande picada

200g de peixe branco

1 tomate (sem sementes) picado

5 limões

Coentro picado (a gosto)

Sal e pimenta a gosto

Preparo:

1º Passo: Corte o peixe em cubos de 1 cm. Esprema os limões (não muito).

2º Passo: Misture tudo e deixe descansando por 2h na geladeira.

Camarão

Ingredientes:

2 camarões VG (limpos)

1 colher de sopa de azeite

Preparo:

1º Passo: Ferva 500ml de água.

2º Passo: Junte os camarões, e os deixe cozinhando por aproximadamente 3 minutos (em fogo alto). Retire-os e reserve em recipiente seco.

3º Passo: Aqueça o azeite em uma frigideira, em fogo alto. Coloque os camarões apenas para dar uma selada, vire-os prontamente (aproximadamente 15 segundos de cada lado). Retire-os logo em seguida.

Agora a parte mais difícil… 😀

Preparo do prato:

1º Passo: Coloque o Risoto de Brócolis no centro do prato. Arrume-o, formando uma base, da forma que lhe convir.

2º Passo: Sobre a base de Risoto coloque o Arroz Selvagem (aproximadamente 1/3 da quantidade do Risoto).

3º Passo: Sobre o Arroz Selvagem coloque o Ceviche (sem o suco de limão), aproximadamente na mesma quantidade deste.

4º Passo: Coloque o Camarão sobre o Ceviche, – e seja FELIZ!

Related posts:

Rio Restaurant Week 2010

Começou esta semana (de 18 a 31 de outubro de 2010) no Rio de Janeiro a terceira edição do Restaurant Week.

Para quem nunca ouviu falar o Restaurant Week  é um evento gastronômico, que surgiu há 17 anos em Nova Iorque, no qual os restaurantes participantes oferecem menus especialmente formulados (incluindo entrada, prato principal e sobremesa) a um valor fixo de R$28,50 no almoço e R$40,00 no jantar, sendo R$1,00 de cada menu consumido doado a uma entidade beneficente. Vale destacar que neste valor não estão incluídas bebidas nem gorjeta.

O evento ocorre atualmente nas cidades de Porto Alegre, Recife, Vitória, Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo,  Curitiba e São Bernardo do Campo.

Eu já fui em alguns restaurantes nas primeiras duas edições do evento no Rio e sei que geralmente é necessário fazer reserva antes. Caso contrário, pode chegar bem cedo porque costuma haver fila de espera.

Minhas apostas para esta edição do evento são:

– Bistrot Du Leme (Leme)

– Botequim (Botafogo)

– Caroline Café (Jardim Botânico)

– Casa de Arte e Cultura Julieta de Serpa (Flamengo)

– Domenico (Leblon)

– Rancho Inn (Centro)

– Mamma Jamma (Jardim Botânico)

Depois atualizo vocês com as minhas impressões sobre os restaurantes em que eu for.

Para quem quiser conferir a lista completa dos restaurantes participantes e seus respectivos menus acesse:

http://www.restaurantweek.com.br/

Related posts:

Para cima

Contato

blogdoqueeupreciso@bol.com.br
 
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: