Olá pessoal,

Sabe quando está aquele dia lindo, do jeitinho que o carioca gosta, que dá vontade de contemplar o nosso Rio de Janeiro? Mostraremos aqui uma programação que envolve natureza, cartões postais, atividade física e muita Original gelada e comilança boa.

Nosso roteiro soa um tanto repetitivo (Trilha do Morro da Urca e Bar Urca), mas é uma combinação perfeita. Vamos chamá-lo de Domingo na Urca.

O dia começa com uma trilha que tem início logo após a entrada da Pista Cláudio Coutinho. Uma trilha na medida para quem está na disposição de fazer um treino e também para aqueles que só querem respirar um ar puro e ficar em contato com a natureza. Correndo ou caminhando, a trilha tem duração entre 15 a 30 minutos, com tempo para apreciar a vista de dois mirantes e os animais que vivem por ali (micos e lagartos). Terminada a trilha vem a melhor vista, de dois dos maiores cartões-postais cariocas, o Pão de Açúcar e o Corcovado. Vale aproveitar os lounges do Morro da Urca e sentir o sol renovar as energias.

Quando bater a fome será a hora de descer a trilha, rumo ao Bar Urca. Vá direto à entrada do restaurante deixar o nome na fila de espera. Não se assuste com o tempo informado. Normalmente eles dizem que a espera está bem acima do tempo real. O motivo é que todos que chegam, colocam o nome na lista, e vão para a mureta iniciar os trabalhos. As tentações por ali são tantas que é possível matar toda a fome do almoço com os bolinhos de bacalhau, pastéis de camarão, sardinhas fritas, caldinhos de frutos do mar, etc. Mas se você conseguir resistir e selecionar bem a sua entrada, muito antes do esperado a sua mesa estará liberada.

No restaurante, é bom saber que os pratos são muito bem servidos. Onde come um, comem dois. E onde comem dois, comem quatro. De verdade! Nós escolhemos o prato premiado da casa, o Camarão na Moranga com arroz branco e farofa de alho, que dá para quatro pessoas tranquilamente. Que delícia! E depois da Trilha do Morro da Urca dá para comer sem peso na consciência.

E depois de tanta aventura, com certeza seu corpo vai pedir cama!

Paula Seára Arraes

Related posts: