Gastronomia: Pipo, o boteco do chef Felipe Bronze

Olá pessoal!

Hoje gostaria de contar a vocês minha experiência no novo estabelecimento do chef Felipe Bronze: Pipo.

Localizado no polo gastronômico da R. Dias Ferreira, no Leblon, o Pipo abriu no início de julho e possui uma proposta de ambiente e comida de boteco. O local é pequeno e bacana e é possível sentar nas mesas do salão ou no balcão, para observar a produção na cozinha, lugar que sempre gosto de sentar. Dessa vez estávamos em quatro pessoas e acabamos optando pela mesa, para facilitar a conversa.

Pipo-1

O cardápio é bastante enxuto, o que me agrada, pois aumenta bastante a chance de tudo que consta ali ser muito bem feito. Para embalar a noite pedimos a exlusiva Pipo Summer Ale, cerveja clara fabricada em Barra do Piraí. Leve, refrescante e saborosa.

Pipo-3

Iniciamos os trabalhos com os sanduíches. Pedimos Mc Pipo “pão de milho, carne wagyu, queijo canastra, picles de maxixe e cebola, ketchup de goiaba, mostarda” e Ostrix “pão de milho, ostras crocantes, maionese de ostras, limão siciliano confit, cebola roxa”. Combinações loucas que, ao ler o cardápio, tive a impressão de que sentiria gostos muito destacados. Muito pelo contrário, o que se vê ali é uma delicadeza de misturas que parecem uma coisa só. Os ingredientes possuem harmonia e se integram de forma que não se sente cada coisa que tem ali, mas se aprecia e saboreia o conjunto da obra. Uma delícia! Também fiquei bastante curiosa para provar a versão de Felipe do Cervantes, ícone da gastronomia carioca. Na próxima ele não me escapa!

Pipo-4

Para acompanhar a conversa palitos de aipim frito com espuma de queijo coalho defumado, caíram muito bem. Parece que vem muita espuma para a quantidade de aipim, mas por ser leve e aerada, vai toda embora com a maior facilidade…

Pipo-7

Estava ansiosa para os pratos principais. Eu simplesmente tinha que provar o Carbonara Oro “spaguettini fresco, ovo caipira, espuma de parmesão e linguiça Pavelka”. Foi maravilhosa a sensação de remexer o prato, estourar a gloriosa gema de ovo e levar todos os sabores misturados à boca. Coisa linda! A estrela da noite, definitivamente!

Pipo-6

A “Fraldinha Wagyu com mini arroz maluco” também foi um dos melhores pratos da noite. Melhor arroz maluco que já comi e a carne estava absolutamente macia.

Pipo-8

Outra pedida foi o “Porco laqueado no gengibre com mini alface, arroz sticky, picles de moyashi”. Este eu não provei, mas não ficou entre os mais comentados da mesa.

Pipo-5

As sobremesas foram o “Mini arroz doce com doce de leite e coco tostado” e a “Palha italiana com brigadeiro Oro e biscoito”. Ambas estavam boas, mas não se destacam como o restante do cardápio. Nas próximas dispensarei as sobremesas e investirei mais nos pratos salgados.

Pipo-9

Pipo-10

Gostei bastante de tudo que provei e fiquei curiosa para provar o restante do cardápio. O preço não é animador, considerando o tamanho diminuto das porções e o tamanho do meu apetite. A conta totalizou em aproximadamente R$110,00 por pessoa. No entanto, o preço é bem inferior ao que se paga no Oro para comer um menu-degustação do chef. Ou seja, é a chance de apreciar a maestria de Felipe Bronze a preços mais acessíveis.

Pipo-2

Pipo

Rua Dias Ferreira 64 – Leblon

(21) 2239-9322

Maysa

Perfil_Maysa

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.