De malas prontas: The Big Bang Theory ao vivo – Los Angeles

Oi pessoal!

Depois de um bom recesso desde a virada de ano, retomo os posts do blog para contar tudo sobre a minha viagem incrível de carro pela Califórnia, em setembro de 2014, passando pelo Yosemite Nacional Park, Highway 1 de San Francisco a Los Angeles e San Diego.

Escolhi para a minha primeira dica, compartilhar uma informação preciosa para os fãs de seriado americano. Que tal assistir a gravação da sua série favorita? E se for de graça???

Fonte: www.ultradownloads.com.br

Fonte: www.ultradownloads.com.br

Quase ninguém sabe, mas além dos tours guiados para conhecer os estúdios das famosas Warner, Universal, Fox, Paramount e CBS (tema para um próximo post), é possível assistir a gravação de um episódio de diversas séries de comédia. Tendo a viagem marcada para Los Angeles e o interesse em participar na audiência de uma gravação, basta entrar no site TV Tickets e preencher o formulário (individual) para garantir a sua vaga.

Agora, a dica mais preciosa. Se a série que você quiser assistir for uma das mais famosas e premiadas, como “The Big Bang Theory” ou “Two and a Half Man” (ambos da Warner), é preciso se preparar com antecedência. O site da TV Tickets é atualizado diariamente, às 8:30 do horário de LA, exibindo as séries com vagas disponíveis para audiência, nos próximos 30 dias (segunda à sexta). As vagas para as séries mais famosas esgotam em minutos. The Big Bang esgota em segundos! O site chega a travar com tantas pessoas acessando ao mesmo tempo, no mundo todo. Mas é possível, acreditem. Nós conseguimos! É só estar no site às 8:30 do horário de LA (atenção ao fuso horário) que a lista das gravações será atualizada. Neste link, é possível conferir o calendário das próximas gravações e se programar para estar no site com exatamente 30 dias de antecedência e garantir a vaga. Atenção, são 30 dias contados. Não é um mês.

Fonte: www.ultradownloads.com.br

Fonte: www.ultradownloads.com.br

The Big Bang é tão disputado que é a única série que possui lista de espera. E o que significa isso? A lista principal, com acentos garantidos na plateia, esgota em segundos. A lista de espera esgota em poucos minutos. A diferença é que quem estiver na lista de espera, tem que chegar no dia da gravação com horas de antecedência para garantir a vaga no caso de desistências. E quanto mais cedo chegar, maior a chance de entrar. Nós que estávamos na lista principal, chegamos com duas horas de antecedência e pegamos os números 52 e 53. Na lista de espera parecia haver umas 200 pessoas. Da plateia reparamos a alegria de alguns felizardos que conseguiram entrar. Mesmo na lista principal, chegar cedo é importante para garantir lugares mais próximos do cenário.

Fonte: www.ultradownloads.com.br

Fonte: www.ultradownloads.com.br

E afinal, como é participar da plateia de uma gravação de The Big Bang Theory? Inesquecível! Para mim, foi a melhor experiência de toda a viagem. E olha que nem sou fanática. Simplesmente gosto muito e acompanho a série. Nós assistimos a gravação do sexto episódio da oitava temporada, The Expedition Approximation. Não vou entrar nos detalhes da programação e o que rolou dentro do estúdio, porque essa é uma experiência individual e nenhuma gravação é igual a outra. Vamos então às informações importantes.

O que você precisa saber:

- Levar o comprovante do seu nome na lista e o passaporte e chegar com antecedência.

- Celulares e máquinas fotográficas são proibidas. Lembre de deixá-los no carro para não ter problema.

- Vá bem alimentado. Fora o tempo de espera, fomos chamados para entrar no estúdio às 17:30, após sermos revistados e orientados. A programação começou às 18:00 e foi até 23:30. Em apenas um único intervalo é servido um lanche, que foi uma fatia de pizza e um copo d’água. Se você for participativo na plateia vai ganhar chocolates do animador ao longo da gravação, nos pequenos intervalos entre as cenas. \o/

- As risadas que escutamos ao assistir as séries na TV, são realmente as risadas da plateia. Acima dos acentos estão espalhados diversos microfones. Quando começa a gravação de uma cena, a plateia deve fazer silêncio absoluto e somente as risadas são permitidas e bem vindas. Se a plateia não cai na gargalhada, é sinal que a piada não funcionou e os roteiristas reescrevem imediatamente as falas. Normalmente, cada cena é gravada mais de uma vez, muitas vezes três, podendo chegar a cinco vezes. Nem sempre por erro dos atores, mas por necessidade dos cortes ou correção de ângulos de gravação. Aliás, eles mal erram. Parece uma peça de teatro. Todos ensaiaram muito aquelas cenas, antes de gravar na presença do público.

Fora isso, prefiro preservar a surpresa do momento. Mas não tenha dúvida, isso é Hollywood e você vai se divertir!

Beijos e até,

Paula

Paula nova

Related posts:

Gastronomia: Cervino (Zaragoza – Espanha)

Olá pessoal!

Após um longo período de ausência do blog, estou de volta. Finalmente, começarei a escrever minhas dicas sobre a viagem que fiz para a Espanha em Setembro de 2014.

Cheguei em Barcelona e já fui direto para a estação de trem Barcelona-Sants, rumo a Zaragoza, meu primeiro destino no país.

Após check-in no hotel e um breve passeio a pé pela cidade, a primeira parada gastronômica foi no Bar Cervino, no melhor estilo botecão espanhol.

No verão, a primeira pedida tinha que ser uma cerveja. A escolha foi a Ambar Especial, uma lager muito comum de se encontrar na Espanha.

Espanha - 2014

Então passamos para o melhor passatempo local: tapear. A primeira tapa foi um “montadito de ternasco, huevo de codorniz, foie gras“. A cara não parece boa, mas estava delicioso.  Cordeiro, ovo de codorna e foie gras: apenas para os fortes!

Espanha - 2014

Na sequência um “montadito de atún rojo con romesco y papas“. O atum mais diferente que eu já comi, nem parecia peixe. Uma carne consistente e saborosa. Achei muito interessante!

Espanha - 2014

O mais diferente de todos que provamos de fato foi o “montadito de solomillo con crema de castañas“. A cara também não parece grandes coisas, mas achei muito bom. O creme de castanhas é adocicado e aveludado, contrastando muito bem com o filé mignon.

Espanha - 2014

A última pedida foi a deliciosa “ración de pulpo a la plancha“. O polvo é definitivamente diferenciado na Espanha, são gordos e suculentos. Muito bom!

Espanha - 2014

O Cervino é um daqueles lugares clássicos para entrar e sentar no balcão, se sentindo como um local. Excelente experiência e ótimas sugestões de tapas pelo nosso simpático atendente.

Aliás, logo de cara já comecei a ver que a fama de rudes dos espanhóis é a mais pura mentira, o que só se confirmou por toda a viagem. Sempre fui muito bem tratada e atendida em todas as regiões pelas quais passei. Início de um caso de amor com a Espanha…

Cervino

Ainzón, 18

Maysa

Perfil_Maysa

Related posts:

De malas prontas: Os encantos da Serra Gaúcha (RS)

Oi pessoal,

Continuando com as dicas da Serra Gaúcha, depois de passar alguns dias no Vale dos Vinhedos, fomos conhecer as charmosas cidades de Gramado e Canela. Esse destino é ideal para casais em clima de romance e para a família com crianças. Quando fomos em abril, logo após a Páscoa, a Chocofest tinha acabado de ocorrer. Nessa época do ano, acontece o Natal Luz, que estreou sua programação em 30 de outubro e vai até 11 de janeiro de 2015.

A distância entre os dois municípios é de apenas 9 Km e ambos oferecem boas opções para hospedagem. As atrações diurnas e ao ar livre que vou listar aqui se concentram em Canela. Para curtir a noite, basta se deixar levar pela Avenida Borges de Medeiros, em Gramado.

Para curtir a natureza

Cachoeira do Caracol

O Teleférico de Canela oferece uma linda vista do vale e da Cascata do Caracol. Além do próprio passeio de bondinho e do mirante, o parque também conta com o Espaço das Esculturas que Falam, com 85 esculturas talhadas em madeira pelo artista plástico Masaharu Hata (1938-2010), que simulam os sons dos animais.

Parque do Teleférico

O Parque da Ferradura, também em Canela, possui lindos mirantes e diversas trilhas com diferentes níveis. Nós fizemos a mais longa que leva até a base do rio e à Cachoeira do Arroio Caçador. Lindíssimo!

Parque da Ferradura

Parque da Ferradura 2

Parque da Ferradura 3

O Lago Negro, em Gramado, é uma opção mais light para curtir a natureza. Vale uma volta, seja caminhando ou de pedalinho, ou sentar para relaxar e fazer um piquenique à sombra das árvores importadas da Floresta Negra da Alemanha, motivo que deu o nome a esse lago.

Lago Negro

Para o fim de tarde

Vale a pena conferir o contraste do pôr do sol com a bela Catedral de Pedra, no estilo gótico inglês, em Canela. Ao anoitecer, as luzes da Catedral alteram suas cores a cada minuto proporcionando um colorido muito bonito.

Catedral de Canela

Catedral de Canela 2

Para comer

Não deixe de comer uma massa na Catina Pastasciutta, em Gramado. A nossa escolhida foi o Tagliatelle Branco à Primavera (escalopes de filé, moçarela de búfala, azeite de oliva, tomate seco, manjericão, manjerona, sálvia e cheiro verde). Foi a melhor refeição da viagem e uma das melhores massas que já comi!

Cantina Pastasciutta

O Empório Canela é uma graça. Vale a visita, independente de qual será a refeição do dia eleita. O cardápio é completo, muito apetitoso e o preço é bem honesto, fora o ambiente que é uma graça. Além do restaurante, o Empório também possui uma livraria e vende itens de decoração. Nós fomos para o almoço. Pedimos um vinho do Vale dos Vinhedos (da Vinícola Lidio Carraro) e escolhemos o Toque de Canela (Peixe branco grelhado ao molho picante de coco e pimentões com purê de mandioquinha e um toque de canela) e o Salmão (grelhado na manteiga de ervas com batata broto assada e vegetais – berinjela, cenoura torta, tomate cereja e aspargos frescos). Para fechar, fomos de Creme Vanilla (expresso, leite, chocolate branco e essência de baunilha). Tudo ótimo! Recomendo muito.

Emporio Canela 1

Empório Canela 3

Empório Canela 2

Empório Canela 4

Outras dicas gerais

  • Café Colonial: para começar o dia sem pressa e comer muito. Existem várias opções na estrada Gramado-Canela
  • Um lanche à tarde na Casa da Velha Bruxa, em Gramado
  • Chocolates: a Serra Gaúcha é a terra do chocolate artesanal no Brasil, com diversas marcas a escolher
  • Snowland: para ver neve pela primeira vez e aprender a esquiar ou fazer snowboard
  • Park Knorr: Aldeia do Papai Noel
  • Mini mundo
  • Sugestões de hospedagem: Casa da Montanha ou Serrano Resort, ambos em Gramado

Espero que tenham gostado das dicas! Beijos e até a próxima viagem!

Paula

Paula nova

Related posts:

De malas prontas: Vale dos Vinhedos (RS/Brasil)

Oi pessoal,

Em abril desse ano, na semana de Páscoa, tive o prazer de conhecer as vinícolas da Serra Gaúcha e fui surpreendida pela variedade de vinhos de alta qualidade em um cenário lindíssimo, assim como pela bela gastronomia italiana e tamanha simpatia e educação dos gaúchos do Vale dos Vinhedos.

Don Laurindo Parreiras 2

Localizado a duas horas de estrada de Porto Alegre, no encontro dos municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul, o Vale representa o legado histórico, cultural e gastronômico deixado pelos imigrantes italianos que chegaram à região em 1875. Vou passar aqui a minha impressão sobre as vinícolas que mais gostei, as melhores degustações e refeições.

Quando ir

As vinícolas e atrações situadas no Vale estão abertas à visitação ao longo de todo o ano, mas as temperaturas apresentam variações significativas, com as quatro estações bem demarcadas. No verão, as parreiras estão repletas e o cheiro de uva domina o ar da Serra Gaúcha. É o período das colheitas. Como fui em abril, não havia mais uvas, mas a paisagem estava incrível, lembrando o cenário italiano da Toscana. A temperatura estava ótima e todos os dias ensolarados.

Mamma Gema Jardim 2

Onde se hospedar

É preciso se programar com antecedência, especialmente para garantir a hospedagem dentro de alguma vinícola. Caso não haja mais vaga disponível ou o intuito seja economizar, Bento Gonçalves tem diversas opções e é próximo do Vale (cerca de 15 minutos de carro). Aliás, o carro é fundamental nessa viagem, pois as vinícolas ficam distantes na média uns 3Km umas das outras. Basta beber com moderação e dirigir com cuidado.

As Vinícolas

Pizzato

Essa foi a melhor descoberta do Vale dos Vinhedos. Os vinhos da Pizzato foram os que mais ocuparam a nossa mala de volta ao Brasil. A degustação é gratuita, bem exclusiva, detalhada, com direito à prova de muitos rótulos. Também fizemos um tour pela vinícola. Os preços dos vinhos que provamos variaram entre R$ 29 (Linha Fausto), R$ 46 (Linha Pizzato, com destaque para as uvas Alicante Bouschet e Egiodola), R$ 56 (espumantes da Linha Pizzato) e R$ 68 (Concentus 2008, uma mescla de Merlot, Tannat e Cabernet Sauvignon). Esse Concentus foi eleito um dos meus preferidos do Vale.

Barris da Pisato

Vinhos Pisato

Lidio Carraro

Lidio Carraro foi escolhido como o vinho licenciado oficial da Copa do Mundo FIFA Brasil 2014, com a Linha Faces. É na antiga casa da família em que são recebidos os turistas, apresentada a história da boutique e realizadas as degustações e a comercialização do vinhos. Na degustação gratuita, nossos preferidos foram o Dádivas Merlot /Cabernet Sauvignon e o AGNUS Cabernet Sauvignon.

Cave de Pedra

Cave de Pedra

O tour da Cave de Pedra é imperdível, não só pelos vinhos mas pela belíssima instalação que ainda oferece uma linda vista do Vale. Nessa degustação garantimos o Special Blend 2005, ano que marcou a melhor safra de uvas do Brasil. O tour custa R$ 10, com R$ 5 revertidos em bônus para consumir na loja da Cave de Pedra.

Cave de Pedra 2

Cave de Pedra vinhos

Miolo

A visitação à Vinícola Miolo é quase obrigatória para quem vai ao Vale, por ser a líder no mercado e a maior exportadora brasileira de vinhos, com a presença de mais de 100 rótulos. Mas, sinceramente, foi a visita que eu menos gostei. Os grupos são muito grandes. Prefiro os tours mais íntimos, quando podemos perguntar à vontade e ouvir novas histórias. Além disso, achei a degustação fraca. Apenas a linha básica estava incluída. Nenhum rótulo mais sofisticado foi oferecido. Resultado: saí de lá com a mesma impressão que eu tinha sobre a Miolo. Nada a acrescentar. O tour custa R$ 15, com R$ 7,5 revertidos em bônus para consumir na loja.

Don Laurindo

Essa vinícola foi uma grata surpresa. Se não fosse por indicação, teríamos passado direto. A degustação é gratuita e demos a sorte de ter sido quase particular, pois havia apenas um casal quando chegamos. Com uma instalação muito elegante e charmosa, os vinhos da Don Laurindo são elaborados para o consumo da família e o excedente é comercializado. Provamos todos os vinhos disponíveis no balcão. Uma beleza! E depois fomos passear nos lindos parreirais da vinícola.

Don Laurindo Adega

Don Laurindo Vinhos

Don Laurindo Parreiras

Casa Valduga

Esse foi o melhor tour da viagem, nem tanto pelos vinhos, mas pelo formato utilizado. Apesar de ser um grupo grande, o tour tem um estilo intimista e a degustação vai ocorrendo ao longo da visita, que é bem interativa e cheia de histórias e curiosidades. O preço é R$ 20, mas dá direito à bela taça utilizada na degustação.

Casa Valduga

A Casa Valduga possui a maior adega de espumantes da América Latina e foi uma das primeiras vinícolas brasileiras a dominar e desenvolver o método champenoise de vinificação. Dentre as curiosidades contadas, saber como a Veuve Clicquot criou esse método foi uma das histórias mais interessantes do tour, por isso não vou estragar a surpresa adiantando aqui. Aprender a técnica de abrir uma garrafa de espumante usando um sabre também foi muito legal.

Casa Valduga Adega

Casa Valduga Degustação

Restaurantes

Maria Valduga

A Villa Valduga nos ganhou no tour e também no restaurante, com cardápio típico italiano no sistema de rodízio, que inclui salada de folhas orgânicas da própria horta, Sopa de Capeletti, Polenta Frita, Bolinho de Peixe, Radicci, Galeto Al Primo Canto, Costela Suína e de sobremesa – Sagú com Creme e Pudim de Leite. Estava tudo uma delícia, mas a costelinha de porco ganhou o meu coração.

Casa Valduga Almoço

Canta Maria

No dia em que fomos ao Canta Maria não estávamos na disposição para rodízio italiano, então fomos na opção à la carte e escolhemos um Fettuttini aos molhos Bolonhesa e Funghi, ambos gostosos. Nesse dia, tomei pela primeira vez um suco de uva integral branco. Maravilhoso! Aliás, bebe-se suco de uva integral lá como água. Vistamontes, Casa da Madeira, Galiotto e Aurora são algumas sugestões.

Trattoria Mamma Gema

Nesse dia estávamos com desejo de carne vermelha. O Filé Grelhado com Seleta de Legumes foi uma boa pedida! A carne estava muito saborosa. Apenas faço a ressalva que estava um pouco puxada no sal, para o meu gosto. Esse restaurante tem sempre fila de espera, mas possui um jardim maravilhoso para caminhar e relaxar, que não te deixa sentir os minutos passando.

Mamma Gema Almoço

Mamma Gema Almoço 2

Mamma Gema Jardim

Bom, esses foram os momentos mais marcantes durante três dias no Vale dos Vinhedos. Há muito mais o que se fazer e, de preferência, com muita calma, se permitindo descobrir e ser muito bem recebido pelas pessoas de lá. Tendo tempo, vale a pena também ir ao Caminhos de Pedra em Bento Golçalves. Adorei os iogurtes da Casa da Ovelha, que é visita obrigatória para quem vai com crianças. No parque é possível acariciar as ovelhas, participar da tosa, amamentar os filhotes e assistir a demonstrações de pastoreio dos cães da raça Border Collie.

Espero que tenham gostado das dicas. Vamos valorizar os nosso vinhos porque eles merecem!

Beijos e até,

Paula

Paula nova

Related posts:

Gastronomia: A pizza do Roberta’s (NYC)

Olá pessoal!

Segue mais uma dica de Nova Iorque, desta vez no Brooklyn: o restaurante Roberta’s, comandado pelo chef Carlo Mirarchi. O restaurante abriu em 2008 e é famoso principalmente pelas pizzas, mas também oferece diversos pratos que parecem ser muito bons. Eles fazem entregas na região, produzem pão e ainda possuem uma horta própria, onde cultivam alguns dos produtos que abastecem o restaurante.

O ambiente é muito bacana, com mesas de madeira rústica, inclusive mesas comunitárias. Curti muito! Chegamos logo ao final do horário do almoço, e já estava bem cheio. Decidimos esperar a troca do menu para o jantar, enquanto aguardávamos no bar um lugar em alguma das mesas.

Fonte: www.robertaspizza.com

Fonte: www.robertaspizza.com

Escolhi duas pizzas. A primeira foi a Axl Rosenberg – “tomato, mozzarella, sopressata, garlic, jalapeño, mushroom“. A massa é incrível! Gostei muito dessa combinação.

Roberta's-1

A segunda escolha não agradou tanto, Tonya Charding – “robiola bosina, speck, rainbow chard, green garlic“. Achei um pouco forte, mas é apenas uma questão de gosto.

Roberta's-2

Apesar de não ter gostado tanto do segundo sabor, o primeiro realmente valeu muito a pena. Lugar agradável, apesar de muito cheio, com pizza artesanal de alto nível.

Roberta’s

261 Moore St – East Williamsburg, Bushwick

Related posts:

Para cima

Contato

blogdoqueeupreciso@bol.com.br
 
Copy Protected by Chetans WP-Copyprotect.
%d blogueiros gostam disto: